foto: pintura de Arnold Lakhovsky, The Conversation (1935)

Todos nós já dissemos coisas que as pessoas interpretaram de forma muito diferente do queríamos dizer.
Deslizes verbais ocorrem frequentemente porque nós dizemos coisas sem noção das sutis implicações que essas carregam.
A compreensão dessas implicações requer uma consciência social – “O termo consciência, em seu sentido moral, é a habilidade, capacidade, intuição, ou julgamento do intelecto que distingue o certo do errado. Juízos morais desse tipo podem refletir valores ou normas sociais.”  especificamente  relacionado a Inteligência Emocional IQ-  que seria a habilidade de compreender as emoções e as experiências das outras pessoas.
TalentSmart testou a inteligência emocional (IQ) de mais de um milhão de pessoas e descobriu que a consciência social é uma habilidade que esta faltando em muitas pessoas.
 
Temos falta de consciência social, porque estamos tão focados no que nós vamos dizer enquanto ouvimos as outras pessoas que perdemos a habilidade de ouvir com empatia – uma  demonstração de “Tentar primeiro compreender “  para depois ser compreendido implica numa profunda mudança de paradigma. Quase sempre nós queremos primeiro ser compreendidos. Basicamente não conseguimos escutar o outro com a intenção de compreendê-lo. Ouvimos com a intenção de responder, pois enquanto o outro fala, já estamos elaborando a resposta. Filtramos tudo por meio das nossas experiências e lemos a nossa biografia no que o outro fala.
Oh! sei exatamente como se sente!
Já passei por isso também. Vou contar o que aconteceu comigo também.
E assim, não entendemos realmente o que o outro disse, apenas ansiamos por responder ou interferir com a nossa própria história.
Estamos tomados pelos nossos conceitos, pela nossa própria biografia. Queremos que nos compreendam, mas jamais entendemos o que realmente se passa dentro do outro ser humano.
Portanto, fique atento. Quando você se perceber usando inadequadamente uma reação autobiográfica, ou seja, testando, avaliando, aconselhando ou interpretando, mude a situação, reconhecendo a falta de atenção na audição e pedindo desculpas. Talvez seja uma boa ideia solicitar o interlocutor que recomece sua fala e, dessa vez, você ficará genuinamente atento.
Este é um desafio, porque nós, seres humanos possuímos  uma mente complexa. Você não pode esperar entender alguém até que você se concentre toda a sua atenção na sua direção.
A beleza da consciência social é que com alguns ajustes simples farão você melhorar muito suas relações com outras pessoas.
Para melhorar consciência social, segue  alguns  exemplos de frases que as pessoas emocionalmente inteligentes são cuidadosas e evitam usar em uma conversa casual:
“Você parece cansado.” Pessoas cansadas são incrivelmente desagradável, elas têm os olhos caídos e cabelo bagunçado, elas têm dificuldade de concentração, e são ranzinzas. Dizer a alguém que ela parece cansado implica todos os itens acima e muitos outros. Em vez disso diga: “Está tudo bem?” A maioria das pessoas perguntam se alguém está cansado, porque elas estão com a intenção de serem úteis (elas querem saber se a outra pessoa está bem). Em vez de assumir a disposição de alguém, basta perguntar. Dessa forma, ela poderá abrir-se e compartilhar o que esta sentindo. E o mais importante, ela vai ver que você esta preocupado com ela, em vez de grosseiro e induzir a pessoa a um pensamento.
“Você emagreceu !” Mais uma vez, um comentário bem intencionado, neste caso um elogio que cria a impressão de que você está sendo crítico. Dizer a alguém que perdeu muito peso sugere que a pessoa costumava ser gordo ou pouco atraente. Em vez disso diga: “Você esta muito bem”. Em vez de comparar como ela esta agora com como ela costumava ser, apenas faça um cumprimento deixando o passado fora da questão.
Você era bom demais para ela! Quando alguém rompe os laços em uma relação, seja pessoal ou profissional, este comentário implica que a pessoa tem mau gosto e fez uma má escolha.
Em vez disso diga: “Quem perdeu foi ela!” Isso fornece o mesmo apoio entusiástico e otimismo sem qualquer crítica implícita.
Estes são pequenos exemplos de como é possível desenvolver uma comunicação eficiente, como consequência uma melhor qualidade de vida.
A PNL – programação neurolinguistica  é um metodo de comunicação e desenvolvimento pessoal, nela existe o Metamodelo: uma ferramenta criada a partir de diversos princípios da gramática transformacional a partir de observações e modelagem de pessoas que desempenhavam com excelência a prática clínica. Bandler e Grinder observaram, dentre outros, Frits Pearls, Milton Erickson e Virgínia Satir. A partir dessas informações o metamodelo pode ser codificado em padrões eficazes de comunicação para que as falhas fossem detectadas. Com essa técnica podemos tornar nossa comunicação mais incisiva e com isso chegar mais facilmente ao nosso objetivo.

Renato Moreira – Coach Executivo

Organizo cursos de Inteligencia Emocional, Liderança e PNL alem de atuar como coach para profissionais que desejam atingir um alto nível de excelência no trabalho e na vida pessoal.
renatomoreira@me.com

About the Author Renato Moreira - Executive Coach

International experience in organisational and leadership development, consultant for business leaders to build and implement a comprehensive global approach to excellence, personal development, moderator for meetings, facilitator, motivational, cultural change management, NLP trainer and Executive Coach; Drive accountability and sustainability of development with a focus on creating a strong development culture.

One comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s